Your Place for cinema

Thursday, September 01, 2005

Estreias da Semana - 1 Setembro

Mais uma semana de estreias se aproxima, e com ela mais 5 novos filmes nas salas portuguesas.
O regresso de uma lenda do terror, o regresso de uma série de televisão (desta vez em filme) e o regresso de um filme que já andou por cá no IndieLisboa. É assim a nossa semana.

AMOR DE VERÃO (My Summer of Love) – Um regressado do IndieLisboa (penso que da sessão de encerramento do festival) e que tem aqui a sua estreia comercial nas salas portuguesas. Realizado por Pawel Pawlikowski (cineasta polaco, que entrou na indústria de televisão britânica e por lá ficou). Nos dois papeis principais temos Emily Blunt e Nathalie Press e como suporte o (já grande) Paddy Considine (Na América).

A história gira em torno de duas adolescentes de 16 anos que vivem um inesquecível verão em Yorkshire, no norte de Inglaterra. Mona (Nathalie Press) é uma jovem da classe média, rude e espirituosa, que vive com o seu irmão Phil (Paddy Considine), um antigo delinquente, que transformou o bar onde vivem num templo de orações. Tamsin (Emily Blunt) é rica, trágica e excêntrica, que pensa saber tudo na vida e tem aquele ar de superioridade de quem acredita ser melhor do que os outros. Mona e Tamsin passam o verão juntas e começam uma intensa amizade. Elas vão descobrir que têm muito para ensinar uma a outra, explorando os seus sentimentos e aprendendo mais sobre as suas vidas tão diferentes. Mas Phill quer por fim ao pecado presente na vida das duas amiga. E este é o dilema… um mundo onde a fé, o amor e a homossexualidade não se encontram.

O choque de classes totalmente diferentes é sempre explosivo e Pawel não põe paninhos quentes sobre todos os temas escaldantes do filme. Uma boa surpresa do cinema independente inglês (nomeado para 5 BAFTA) e que vale a pena espreitar numa sala de cinema

CASEI COM UMA FEITICEIRA (Bewitched) – O regresso de uma série de TV dos anos 70 (se não estou em erro), que também passou por cá na RTP, nem sei para que anos. Será que existe um filão para estas ressuscitações???O público americano não ficou assim tão convencido, e eu ainda fiquei menos. Realizado por Nora Ephron, com a radiante Nicole Kidman e Will Ferrell (aqui perfeitamente domado, very softcore) e as lendas Shirley Maclaine e Michael Caine (o homem não para, sempre com filmes a estrear - depois de Batman continua a haver vida para ele).

Em San Fernando Valley, na Califórnia, Isabel tenta reinventar-se a si própria. Sendo uma feiticeira ingénua e com bom feitio ela está determinada a desistir dos seus poderes sobrenaturais para levar uma vida normal. Ao mesmo tempo, no outro lado da cidade, o actor Jack Wyatt está a tentar dar uma volta na sua carreira que atingiu o ponto mais baixo de sempre. Jack aponta a mira a uma nova versão da série televisiva 'Casei Com Uma Feiticeira'. Procura uma desconhecida para “interpretar” o papel de bruxa da série. Mas o destino faz das suas quando por mero acaso, Jack encontra Isabel numa livraria... Uma bruxa a sério, por sinal.

Foi arrasado pela crítica americana, inglesa, francesa e adivinhem lá , também vai ser arrasado pela crítica portuguesa. Os fãs da série vão de certeza ficar desiludidos, e quem não é fã pode-se dispensar de assistir a mais uma comédia romântica mascarada de clássica, por ser uma adaptação de uma série dos anos 70…

UM REFÚGIO NO PASSADO (In My Father's Den) – Tem saltado por todos os lados este filme, já esteve para estrear em Agosto e agora chega às nossas salas de cinema.
Realizado por Bradley McGann (filme da Nova-Zelândia) com Emily Barclay, Matthew MacFadyen e ainda Miranda Otto (Eowyn do Senhor dos Anéis).

A história relata o seguinte: Quando o pai morre, Paul Prior, um renomado fotógrafo de guerra, volta da Europa para sua casa, na Nova Zelândia, depois de 17 anos afastado. A sua chegada abala o seu irmão Andrew, um fazendeiro. Os dois, vindos de dois mundos completamente diferentes, mal se reconhecem como irmãos. Na quinta que era do pai, Paul revive lembranças do passado e descobre a adega que o seu par conservava secretamente, onde hoje vive clandestinamente a jovem Celia, que usava o local para escapar da sua realidade de cidade pequena. Paul insiste para que ela saia de lá, mas ele descobre que Celia é filha da sua namorada da juventude, Jackie, e pode ser seu pai.

Neste caso é o choque de irmãos de mundos totalmente diferentes e como um regresso à nossa terra pode trazer recordações e por vezes alguns problemas novamente. Não tenho grandes informações sobre este filme além do que está escrito por isso dependerá do gosto pessoal de cinema de cada um. Ou se é adepto de ir completamente às apalpadelas para o cinema, força. Esta semana este é o candidato ideal.

DE HOMEM PARA HOMEM (Man to Man) – Um filme deveras peculiar e inspirado em factos reais. Realizado por Régis Wargnier com Joseph Fiennes e Kristin Scott Thomas nos principais papéis. Co-produção de França, África do Sul e Reino Unido.
Inspirado em factos reais, conta como cientistas escoceses foram buscar a África, um casal de pigmeus, na tentativa de provarem que eles eram o elo perdido, na cadeia de evolução de Darwin.

Já me chegou aos ouvidos que o filme tem algumas imagens chocantes e vão causar alguma impressão a mentes mais sensíveis. Está com premissa de ser bastante original (pelo menos nunca ouvi falar desta investigação dos primordios humanos no coração de África. Vocês já?? Para apreciadores de história da ciência ou biólogos. Em termos de cinema não sei o que valerá Régis Wargnier.

TERRA DOS MORTOS(Land of the Dead) – Ahhhhhh. Zombies….Sempre tive um fraquinho por filmes de terror e os Zombies sempre foram uma das minhas criaturas favoritas. A sua lentidão (ao que parece neste filme são bastante rápidos – para um Zombie) o seu apetite por deliciosos cérebros dos incautos que se deixam apanhar nas suas manápulas…Brains,Brains….
É o regresso do inventor dos Zombies – George A.Romero, por isso é motivo para celebrar… o mestre do horror está de volta. E com uma catrefada de lendas no mundo dos filmes de terror Simon Baker, John Lrguizamo, Asia Argento e Dennis Hopper (o “Easy Rider”).

Num mundo dominado pelos mortos-vivos, os poucos humanos que restam refugiam-se atrás das muralhas de uma cidade fortificada. Uma nova sociedade emerge sob os pilares do oportunismo, sacrificando muitos em benefício de poucos, levando à anarquia total. Mas, fora destas muralhas, um perigo maior ameaça a cidade: um exército de "zombies" vai crescendo, metódica e pacientemente.
Esta é a história do filme, muito simples. E é preciso mais para um filme de zombies. Acho que não…
Eu vou lá estar na primeira fila (bem talvez mais para o meio da sala, na primeira não se vê muito bem). E os apreciadores de zombies ou “Brains” também não podem faltar. Ouvi dizer que com oregãos são uma delícia hehehe


Esta semana o meu conselho é influenciado pela minha costela do terror. Por isso não percam o TERRA DOS MORTOS...Cuidado não, não é um zombie......Brains, Brains, Brains

Bons filmes e até para a semana.

Saudações Cinéfilas

1 Comments:

Blogger anaheitor said...

è sempre bom...saber o que se deve ver no cinema...

Eu gostei da história do My summer love, se quizeres companhia diz... Tem é que ser ao fim de semana, é que a partir de segunda vou para as terras de Leiria.

01 September, 2005

 

Post a Comment

<< Home