Your Place for cinema

Wednesday, October 26, 2005

Estreias da Semana - 27 de Outubro

Esta semana resolveram manter nas seis, o número de estreias. E a variedade é muita. Existem filmes para todos os gostos.
Um filme de finais felizes, um filme do regresso de um mascarado, um filme de obsessão, um remake português fora de tempo, um filme apologista da guerra e um filme de plasticina (sim daquela comestível).

E então a variedade é suficiente???
O que é que queriam mais.
E Viveram Felizes Para Sempre (Ils se marièrent et eurent beaucoup d'enfants) – Filme realizado por Yvan Attal com Yvan Attal, Charlotte Gainsbourg , Alain Chabat e Emanuelle Seigner.
Este filme faz lembrar um final feliz. Daqueles que só acontecem em filmes ou fábulas de animação Disney. Não é bem isso. É a conclusão que ninguém está satisfeito com o tem. Todos querem o que o outro tem e nós não. Ora vejam a história.

Vincent, Georges e Fed são três amigos a caminho dos 40. Vincent vive com Gabrielle e George com Nathalie. Ambos têm um filho com cinco anos e as suas vidas parecem resumir-se à inevitabilidade do casamento e do trabalho. Tanto um como o outro invejam a liberdade de Fed - solteiro, sem horários e com as mais belas mulheres à sua disposição. Ironicamente, Fred deseja o que Vincent e Georges têm: uma família, algo que o completasse.

Acho que a resposta está neste mini-resumo do filme. Quem está sozinho quer ter alguém e quem tem alguém queria estar sozinho. Uma daquelas contradições da vida. Mas a verdadeira conclusão é que não conseguimos viver sem elas. Elas completam-nos e fazem parte de nós.
Serão que o filme o prova. Que não podemos estar sozinhos para ser felizes para sempre…?
Isso depende de cada um mas se querem um filme para vos pôr a pensar na vossa vida este é um ideal esta semana.
A Lenda de Zorro (The Legend of Zorro) – O regresso do nosso héroi mascarado favorito. Sim porque no clube Zorro não entram super-heróis. Só o homem comum tem lugar aqui. O Blockbuster Americano voltou e recusa-se a estar agora apenas confinado ao Verão..
Filme realizado por Martin Campbell (já esteve nos James Bond – o que já diz algo na sua capacidade em filmes de acção) com António Banderas e Catherine Zeta-Jones como família Zorro, tendo como inimigo Rufus Sewell.

Depois de lutar para que a Califórnia se torne o 31º Estado da União, Zorro (Antonio Banderas) deve cumprir a promessa que fez à sua mulher Elena (Catherine Zeta-Jones): desistir da sua identidade secreta e levar uma vida normal, como Alejandro de La Vega, junto dela e de Joaquín, o filho de ambos. Mas tal não vai ser possível, porque as mesmas forças que conspiraram para impedir a integração da Califórnia nos Estados Unidos planeiam agora desencadear uma ameaça guardada em segredo há mais de 500 anos. Uma ameaça que pode mudar para sempre o curso da História. E apenas Zorro a pode deter!

Que ameaça será esta guardada à 500 anos. Tem de ser bombástico pois o filme depende disso. E para o bem dele (o Zorro é grande). Esperam grandes espadachins e uma cena que deve ficar na antologia de luta de espadas. Apenas vi no trailer um pouco, em que Zorro luta com o seu arqui-inimigo, ambos munidos de duas espadas. Deve ser bonito de ver. Mas eu não vou ver. Talvez mais em DVD.
Não se pode ver tudo. E Blockbusters outonais não são o meu forte…
Grizzly Man – Um filme de obsessão que levou à morte. É certo que histórias de obsessão acabam sempre mal mas assim tanto… Esta é a história da vida de Treadwell e do seu amor obsessivo pela preservação dos ursos.
Filme realizado por Werner Herzog com comentários do próprio em alguns momentos do filme.

Treadwell viveu desarmado no habitat dos ursos durante treze Verões a observar e a estudar o seu comportamento, fotografando e filmando todas as suas experiências e aventuras… Em Outubro de 2003, os restos mortais de Treadwell e da sua companheira, Amie Huguenard, foram encontrados junto ao seu acampamento no Parque e Reserva Nacional de Katmai no Alaska. Tinham sido mortos e devorados por um “grizzly”, sendo as primeiras vítimas de um ataque de ursos no Parque.

Conclusão: A natureza não tem contemplações ou sequer remorsos. Todos os animais são comandados por instinto e por muito que se queiram amar são para serem deixados em paz. Porque razão aconteceu o que aconteceu? O filme terá a resposta? Duvido muito, pois poderiam ter sido mil e uma razões para ter acontecido o que realmente aconteceu.
Gosto muito de ursos mas é bem longe. É um animal imprevisível. E como qualquer animal, quando faminto vai tudo o que se cruzar no seu caminho.
Não esperem no entanto um documentário tipo “National Geographic”. Não sei qual será a vertente explorada mas será sem dúvida um documento importante na interacção homem/animal.
O Crime do Padre Amaro – Aqui está o filme português do mês. Por ser o uníco e não por ser algo de especial. Isto a mim cheira-me a remake fora do tempo.
Filme realizado por Carlos Coelho da Silva e com Soraia Chaves (mais uma modelo tornada actriz – Antes de se tornarem actrizes que tal estudarem representação – dava jeito não acham??)e Pedro Corrula. Nos secundários temos todos os actores conhecidos nestas lides como o grande Nicolau Breyner, Rogério Samora etc..

Padre Amaro(Corrula), acabado de sair do seminário, chega a Lisboa para substituir um padre numa paróquia de um bairro pobre. Amaro depara-se com um bairro onde a vida é complicada... Mas os verdadeiros problemas do jovem padre surgem quando conhece Amélia (Chaves), filha da Joaneira: bela, sensual e a dormir no quarto ao lado.

Isto cheira-me mesmo a remake fora de tempo. Esperaram que mexicanos adaptassem primeiro esta história para o cinema e além disso pioraram a coisa ao tornar a história actual. Isto é uma história intemporal e por isso nada disto era necessário.
O facto de isto ter sido, supostamente, filmado como uma série de televisão não ajuda nada. Isto de pensarem que reduzindo a dimensão do projecto e passar a ser cinema nunca resulta. Não deixa de ser televisão. E este senhor realizador não parece ter mão para uma coisa destas. Sim, quando aceita colocar num papel essencial uma modelo sem experiência de actriz está mesmo a pedi-las.
Experimentem o “Alice” se estão numa de filmes portugueses. Ainda está em exibição. E é bem melhor.
Senhor da Guerra (Lord of War) – Um filme que começa apologista da guerra mas termina contra a guerra. Esta ´reviravolta é mais que esperada. É a clássica história de arrependimento. Um homem tenta enveredar por bons caminhos mas nem sempre deixam.
Filme realizado por Andrew Niccol com o carismático Nicholas Cage, Bridget Monayhan e Jared Leto (deve ser estrear novo penteado neste filme como de costume).

Baseado em factos reais, é uma história situada no mundo internacional do negócio de armas. O filme explora as consequências do fim da Guerra Fria - a enorme quantidade de armamento que os estados soviéticos venderam a outros países, principalmente a África, e a vasta soma de dinheiro que os negociantes de armas acabaram por ganhar. O filme segue as pisadas de um deles, o 'dealer' Yuri Orlov. Em que a certa altura tem um “click” e decide abandonar o negócio. Ai a consciência prega-nos sempre partidas. O pior é que nem todos estão muito interessado nisso.

Nos E.U.A. não foi dos filmes mais bem sucedidos mas quem sabe. Este é um filme sobre o qual não tenho grandes informações. Apenas vi um trailer manhoso com as habituais explosões e vilões de serviço, terroristas e senhores da guerra do 3ºMundo. Não vai ser um filme que mude a vossa vida. Mas ver o Nic Cage a fazer de cool e no papel do bom da fita sabe sempre bem. Para quem ainda tem paciência para filmes de finais felizes. Ou será que Hollywood nos surpreende??
É ver para crer.
Wallace e Grommit : A MALDIÇÃO DO COELHOMEM (Wallace & Gromit in The Curse of the Were-Rabbit) – Com o título já me parto a rir. Com o facto de ser animação de plasticina fico ainda com mais água na boca. Com o facto de ter óptimas críticas ainda mais. Só há uma solução ir rapidamente hoje a correr para uma sala de cinema. Tchauu…
Filme realizado pelo guru da animação Nick Park e Steve Box. As vozes de Wallace estão a cargo de Peter Sallis (desde o tempo das curtas) e do Grommitt (hahaha enganei-vos…Pois é o Grommit nunca emite qualquer som. È normal é um cão certo???).

Reina a 'mania do vegetal' no bairro de Wallace e Gromit, e os nossos dois empreendedores amigos controlam a situação com a sua engenhoca de controle humanizado de pestes - vulgo coelhos - a 'Anti-Peste'. No entanto, e a poucos dias do Concurso Anual de Vegetais, surge uma misteriosa criatura devoradora de cenouras, couves, beringelas e afins, que inicia um impiedoso ataque aos sagrados legumes. Por isso Wallace e Grommitt têm de salvar a situação.

Vocês conseguem resistir a animação desta qualidade e que implica tanto trabalho e sacríficio?
Eu não. Os grandes filmes de animação sempre a isso implicaram e quando se trata do futuro vencedor de Óscar para melhor filme de animação ainda menos (vocês ainda duvidam que não ganha?).
Hilariante com a tradicional pitada de humor britânico para miúdos e graúdos. Bem eu faço parte destas duas categorias por isso tenho de ir a dobrar. E claro a diversão também irá ser a dobrar.
Agora tenho de ir trabalhar.
Temos de ajudar a Aardman neste momento difícil em que perderam todo o seu material ou quase todo. Como??
Indo ao cinema e mostrando-lhes que devem continuar.
E aqueles pormenores de impressões digitais no bonecos também lhe dão o toque humano necessário.


Bem acho que o filme que vou aconselhar é óbvio.
Já adivinharam é o Wallace e Grommit. É já a correr para a sala de cinema.

1 Comments:

Anonymous Anonymous said...

Prompted
Reaction to current events by INtake's Blog Squad Parks-like leaders needed This is a woman who deserves great praise and admiration from the public and most especially the black community for her courage and ...
Find out how to buy and sell anything, like things related to traffic and road construction on interest free credit and pay back whenever you want! Exchange FREE ads on any topic, like traffic and road construction!

27 October, 2005

 

Post a Comment

<< Home